Assistência Social Beneficente de Resgate e Amparo à Criança

Dinheiro sujo

Um estudo do Departamento de Saúde do Estado de Nova York, que analisou cédulas de 21 países, incluindo as brasileiras, encontrou em todas uma substância química perigosa. O bisfenol (BPA) é um composto usado principalmente na fabricação de plástico para embalagens de alimentos e mamadeiras e pode causar disfunções hormonais, além de câncer e hipertensão. A absorção do BPA pela pele, de fato, é pequena. Mas mexer em dinheiro e colocar a mão na boca, como fazem crianças e distraídos, é, sim, um risco. 

A contaminação das notas viria dos recibos de compra e saque com cartão, feitos com um papel (aquele amarelinho ou azul claro) que leva BPA na composição. Os pesquisadores deixaram os papeizinhos por 24 horas em uma carteira junto com o dinheiro — e a concentração de BPA das notas aumentou.

Canadá e União Europeia já restringiram o uso da substância. No Brasil, um projeto de lei com o mesmo intuito tramita desde 2009 no Congresso. “Estamos acompanhando as discussões acerca do BPA”, informou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No momento, eles estudam restrições aos produtos para bebês. Quanto ao caso específico do dinheiro, a agência informou não entender como um risco à saúde. Ainda assim, as notas de real pesquisadas em NY estavam entre as mais contaminadas. Na dúvida, siga a antiga dica: lave sempre bem as mãos depois de pegar no din din.

Fonte: Revista Galileu

Você também vai gostar de ver:

Endereço

Rua dos Macucos, 14
Pq. dos Pássaros
SBCampo
(11) 4392-7492