Assistência Social Beneficente de Resgate e Amparo à Criança

Presidenta Dilma pede compromisso no cadastramento de catadores e moradores de rua

A presidenta Dilma Rousseff reafirmou durante a celebração do Natal dos Catadores, seu compromisso com os trabalhadores da cadeia de recicláveis e a população em situação de rua. Após ouvir reivindicações de representantes do público do Plano Brasil Sem Miséria, ela prometeu dar continuidade às políticas sociais, ambientais e de inclusão econômica e segurança pública iniciadas no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante a festa, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, assinou convênio com o Instituto Rede de Base Orgânica Cata Sampa e a Cooperativa Central de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis do Grande ABC (Coopcente ABC), vencedores de edital de incentivo à organização de entidades de coleta seletiva e reciclagem no Brasil. A licitação, que prevê investimentos de R$ 19 milhões, tem parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A concorrência, vencida por 29 entidades, proporcionará a inclusão econômica de 8 mil catadores em todo o país.

O Brasil Sem Miséria fortalece as políticas sociais e cria oportunidades para a população de baixa renda, disse Dilma Rousseff no evento. Ela pediu aos prefeitos e governadores a inserção dessas populações no Cadastro Único para tirá-los da invisibilidade e permitir o acesso às políticas públicas. “É importante ampliar o cadastramento. Cadastrar é proteger e permitir que políticas públicas e recursos cheguem a essa população. Sem a parceria dos municípios, não temos como saber como atingir os que trabalham no lixão.”

Representantes dos movimentos nacionais dos catadores de recicláveis e dos moradores de rua pediram políticas específicas para a população em situação de rua e para a segurança e direitos humanos dos catadores. “Existem muitos catadores em lixões e em condições desumanas. Milhares não estão aqui porque precisam ser resgatados”, assinalou a representante do Movimento Nacional dos Catadores de Matérias Recicláveis (MNCR), Matilde Ramos.

Um termo de cooperação técnica para primoramento da coleta seletiva entre o MNCR e o estado de São Paulo e convênios entre o Ministério da Saúde e cooperativas paulistas também foram assinados no Natal dos Catadores.

Brasil Sem Miséria – O Plano Brasil Sem Miséria prevê a capacitação de trabalhadores da reciclagem e tem a meta de incluir 280 mil catadores até 2014.

Em 2011, o governo federal publicou o Decreto nº 7.619, que regulamenta a concessão de crédito para empresas que comprem resíduos sólidos de cooperativas de catadores de materiais recicláveis para utilização em matérias-primas ou produtos intermediários na fabricação de seus produtos.

O projeto Logística Solidária, do MTE, com apoio da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Fundação Banco do Brasil, destinará R$ 26 milhões para compra de caminhões, capacitação e assistência técnica, estruturação e instalações de cooperativas e fortalecimento de redes de organização de catadores.

O MNCR estima que entre 300 mil e 1 milhão de pessoas vivem no país diretamente do recolhimento de materiais recicláveis. O Brasil tem cerca de 1,1 mil cooperativas e associações de trabalhadores da área. De acordo com dados do Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), o setor movimento cerca de R$ 8 bilhões por ano.

 

Você também vai gostar de ver:

Deixe uma Resposta.

*

Quem Mais Comenta

  1. Profª.Vania Barros Profª.Vania... (25)
  2. Carlos Eduardo Carlos Eduardo (9)
  3. Gislaine Gislaine (7)
  4. Jurandir Jurandir (6)
  5. Messias Messias (6)
  6. Toninho Ramiro Toninho Ramiro (6)
  7. Dennis Dennis (5)
  8. Elizeu Santos Elizeu Santos (5)
  9. lia lia (5)
  10. Joelson Joelson (3)

Endereço

Rua dos Macucos, 14
Pq. dos Pássaros
SBCampo
(11) 4392-7492